Um anjo em minha vida


Talvez quando eu terminar de escrever esse texto, eu vá deitar, me enrolar num cobertor e liberar em forma de lágrimas, toda essa saudade que de vez em sempre, insiste em bater no peito.
Hoje vou falar de um anjo que resolveu aparecer na minha vida em forma de irmão mais velho. Uma pena que ele não pôde ficar por muito tempo por aqui. Na minha vida permaneceu por apenas exatos 15 anos e uma semana.
Ainda permanece fresquinho na memória, os almoços de domingo entre meus irmãos , cheios de risos fáceis e peripécias, na maioria das vezes, aprontadas por ele!
Ai de quem deixasse a blusa de frio perto dele, num instante a blusa se transformava num emaranhado de nós..que lhe custaria um dia inteiro pra desmanchar.
Tênis com cadarço? Ele sempre dava um jeito de amarrar um pé no outro sem que ninguém percebesse, e lá se ia um de nós pro chão, numa tentativa frustrada de se levantar da mesa.
Adorava me atormentar, botava apelidos, rabiscava minhas bonecas, invertia pilhas, pra elas não funcionarem. Até eu chorar desesperadamente, a ponto de fazer minha mãe pegar uma cinta e correr atrás desse menino danado.
(Se eu soubesse que você iria ficar tão pouco,te deixaria uma boneca exclusivamente pra você rabisca-la. E deixaria colocar quantos apelidos em mim você quisesse).
Eu sinto sua falta todos os dias…
Era trumpetista, desde muito pequeno. E quando tocava, o Snoopy (nosso cachorro) se juntava a ele num dueto emocionante!
Adorava cantar, mas cantava mal pra caramba, foi o ser mais desafinado que conheci até hoje. Gostava de Shakira (estoy aqui), Alexia ( Uh! La la la…), Banda Eva ( meu amor…olha só hoje o sol não apareceu…), de Cidade Negra( o que é que eu vou fazer agora, se o teu sol não brilhar por mim…)e Jovem Pan.
Era lindo! Alto, moreno e forte, muito forte! Arrancava suspiros da mulherada por onde passava.
Era tímido, não sabia dar recado, se embananava todo com as palavras.
Tinha um pé horroroso, e um coração do tamanho do mundo!
E um sorriso metálico lindoo…
Adorava doces! Quando grande já , comprava caixas de bombons e devorava inteira, escondido (só pra não dividir)! Sem falar nas latas de leite condensado que sempre apareciam com furo! Atrapalhando a receita do bolo do fim de semana da minha mãe.
E ele teve um balão amarelo.. o maior de todos… e o último a estourar.
E venceu um campeonto de pipa, era simples, mas foi a que mais alto voou.. guardamos a medalha com um baita orgulho..
Me ensinou a fazer pipa, estilingue, brincar de burquinha, e brincar de carrinho. Passávamos por túneis imensos ao redor da casa, no nosso quintal de terra.
Nos ensinou a fazer redes nas beliches, com cobertores (escondidos da mãe, claro) rasgamos vários. Mas as redes eram fabulosas!

Aprendeu a andar de bicicleta sozinho, e a dirigir também.
Com 9 anos fez um ônibus, o cãmbio era uma ripa, de alguma cama quebrada, as poltronas,eram nossas cadeirinhas, o volante? Uma tampa de panela! Viajamos muito naquele ônibus! Fomos à lugares incríveis!
Éramos em quatro irmãos. Dois e duas. Ele o mais velho, eu a caçula.
No seu último ano de estadia na terra, tivemos o prazer de estudarmos os quatro, no mesmo horário e na mesma escola. Saíamos da escola tarde da noite, voltávamos brincando de futebol na rua até chegar em casa. “A bola” normalmente era uma lata velha, ou qualquer outra coisa que encontrássemos pelo meio do caminho, mas o riso era garantido!
Então chegou dezembro de 96, mês de festa, de planejamentos, ele planejava fazer faculdade, trabalhava desde os 14.
Teve formatura do colegial. Tava tão lindo… já era um homem! Orgulho da família. E fomos prestigia-lo. Muitas fotos. Muitos abraços. Se eu soubesse que o teria por apenas mais uma semana, não teria desgrudado dele nem por um minuto. E uma semana depois,um dia depois do natal, sem nenhum aviso, ele se foi pra nunca mais voltar. E quando o ano novo chegou, ele já não estava mais… e chegaram as fotos da formatura, e ele já não estava mais aqui pra contempla-las… ( ficaram lindas). E naquele momento restou apenas dor e mais dor, um vazio enorme…uma saudade sem fim. E agora já não consigo escrever mais, sem que as lágrimas transforme as palavras em um imenso borrão.
Ele era um anjo. E anjos não foram feitos pra ficar na terra.
Voltou pro céu. Deixando seu cheiro gostoso na nosso memória.
E você sabe por quanto tempo vai ter seus entes queridos por perto? Então ame-os agora, amanhã pode ser que ele não estará aqui pra ouvir o seu “te amo”! Valorize os vivos. Prestigie os vivos.
Visite os vivos. Beije os vivos.Abrace os vivos!
Se declare para os vivos!
Mortos não sentem, não ouvem e não veêm!
Se brigou peça perdão. Orgulho não te traz nada, além de arrependimento.
Eu não consigo entender como alguém briga e fica sem falar com uma pessoa que ama. Seja ela, amigo/a namorado/a, esposo/a, irmão/ã, pai ou mãe.
Por acaso você sabe quanto tempo de vida vocês tem?
Só temos a certeza do presente. O futuro não está em nossas mãos.
Todos temos defeitos, somos seres humanos afinal.
 Ninguém é melhor que ninguém, não importa de quem é a razão , o que importa de verdade é você estar em paz. Não há travesseiro melhor do que uma consciência tranquila.
Infelizmente eu aprendi da forma mais dolorosa possível. Não que eu tenha brigado com ele. Pelo contrário
Estavamos em paz.. nossa consciêcia estava tranquila.. ele foi em paz, porque na nossa casa transbordava o amor.
Mas eu aprendi, que a vida acontece hoje! Que a gente vive num constante risco de perder pessoas amadas. Então porque não aproveitar o tempo que tem amando-as?
A vida é curta demais pra gente se perder em diálogos mal resolvido, nós na garganta, abraços não dado, e pedidos de desculpas não ditos.
Eu realmente lamento não ter meu anjo-em- forma-de-irmão por mais tempo em minha vida. Mas enquanto houve vida houve amor. Agora, há apenas um vazio impossível de se preencher… e muitas, mas muitas saudades…

Anúncios

Um comentário sobre “Um anjo em minha vida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s